16 dicas para não errar na hora de reservar um Hotel em época de pandemia

Já temos 35 fronteiras internacionais abertas e, no Brasil, 85% dos hotéis reabriram. O que você precisa saber antes de reservar um hotel nesta época da pandemia?
Compartilhe esta notícia:
  • Medidas Sanitárias:
    Detalhes sobre as medidas de higiene e sanitização implementadas pelos hotéis para combater a COVID-19.
  • Protocolos Exigidos:
    Informações sobre os protocolos para hóspedes e colaboradores e como a comunicação desses protocolos é realizada.
  • Distanciamento Social:
    Estratégias adotadas pelo hotel para garantir o distanciamento social nas áreas públicas.
  • Tecnologias de Suporte:
    Ferramentas tecnológicas disponíveis para auxiliar na adesão aos protocolos sanitários.

Principais medidas sanitárias e de segurança para sua viagem não ser interrompida!

1 – QUE MEDIDAS DE HIGIENE E SANITIZAÇÃO FORAM IMPLANTADAS PELO HOTEL PARA O COMBATE À COVID-19? É importante conhecer detalhadamente os novos protocolos e procedimentos. Os hotéis devem fornecer as informações com clareza e transparência, explicando as novas condutas adotadas pela equipe e pelos hóspedes, o funcionamento das áreas sociais e comuns.

2 – QUAIS OS PROTOCOLOS EXIGIDOS DE HÓSPEDES E COLABORADORES? COMO A COMUNICAÇÃO DESSES PROTOCOLOS É FEITA? Entenda como os hóspedes devem proceder e quais as eventuais limitações existentes. Alguns decretos municipais são mais restritivos que outros, então, para não haver frustração ou até impossibilidade de check-in, é preciso estar ciente de como os hóspedes devem agir. O mesmo vale para a equipe do hotel. Conheça as medidas adotadas para controle e rastreamento dos sintomas.

– COMO A COMUNICAÇÃO DESSES PROTOCOLOS É FEITA? Conheça os pontos de contato do hóspede com o hotel e saiba como a comunicação acontecerá antes e durante a hospedagem. A maioria exige o pré-check-in, não somente com preenchimento de dados cadastrais, mas também um questionário específico sobre a doença. O não preenchimento antecipado retarda o processo de check-in, podendo gerar aglomerações desnecessárias. Se houver algum problema no questionário de saúde, o check-in poderá ser negado, causando transtorno aos hóspedes e aos profissionais envolvidos.

4 – COMO GARANTIR O DISTANCIAMENTO SOCIAL NAS ÁREAS PÚBLICAS DO HOTEL? Entenda como o hotel organizou seus espaços para manter o distanciamento mínimo. Podem ser aspectos estruturais (fixação de mesas, cadeiras, etc.) e também de serviço, com a equipe interagindo e atuando como necessário. Se você já conhece o hotel, poderá fazer perguntas mais específicas sobre espaços, fluxo de pessoas e os novos procedimentos.

5 – COMO O HOTEL GARANTE ESSE CUMPRIMENTO DE PROTOCOLOS? Verifique se o hotel tem alguma certificação sanitária emitida por autoridade competente e se há um processo de auditoria contínua. Saiba também como é feita a abordagem de hóspedes em caso de descumprimento e se é necessário assinar algum documento com a concordância dos novos protocolos e condutas.

6 – QUE FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS ESTÃO DISPONÍVEIS PARA AUXILIAR NA ADESÃO AOS PROTOCOLOS? Muitos hotéis implantaram novas soluções tecnológicas agora, desde aplicativos para check-in, reservas de alimentação e atividades, pagamento por aproximação e quartos inteligentes. Entenda o que é oferecido, o que é obrigatório e a alternativa não tecnológica disponível para os clientes menos digitalizados.

7 – QUAL A POLÍTICA COMERCIAL VIGENTE? É fundamental conhecer a política e as regras tarifárias. Conheça as alterações permitidas, como funciona o cancelamento, as regras para crianças e acompanhantes e também a cobrança de no-show. Estamos em um momento de bastante flexibilidade, mas nem sempre ela está contemplada em uma promoção ou preço específico.

8 – QUAIS AS ADAPTAÇÕES NO SETOR DE ALIMENTAÇÃO? É importante conhecer o serviço disponível (à la carte, bufê, híbrido ou somente room service). Nos casos de bufê, vale conhecer como o serviço está sendo oferecido e que cuidados de distanciamento e higienização estão sendo tomados. Também é válido saber se há necessidade de reserva prévia e como está sendo feito o controle da capacidade dos espaços e das filas.

9 – QUAIS AS ADAPTAÇÕES NO Bastidor DO HOTEL? Saiba como estão sendo feitos os controles das áreas de colaboradores como vestiários, refeitórios, salas de descanso e acesso. É fundamental que o mesmo protocolo também esteja sendo seguido por terceirizados e parceiros e como é o acesso de mercadorias e fornecedores.

10 – QUAIS OS CUIDADOS E O TREINAMENTO PARA OS COLABORADORES, TANTO EM RELAÇÃO A SUA SAÚDE QUANTO NO ATENDIMENTO AOS HÓSPEDES? Entenda o que cada empresa está fazendo para educar suas equipes sobre a doença, sobre as medidas de prevenção, novos protocolos e também sobre a abordagem das situações de descumprimento, urgência e emergência.

11 – QUAIS OS PROTOCOLOS E MEDIDAS PARA AS ÁREAS DE LAZER, COMO PISCINA, ACADEMIA, QUADRAS ESPORTIVAS, SPA E KID’S CLUB? O uso de máscara não é recomendado na água, mas na área da piscina as autoridades de saúde instruem que sim. Conheça os horários de funcionamento das áreas comuns, as medidas adotadas e se há restrições ou necessidade de agendamento. Alguns serviços estão suspensos pela impossibilidade de manutenção do distanciamento ou inadequação dos espaços e alguns foram redesenhados, como atividades de lazer e monitoria infantil. Saiba do seu cliente que serviços e atividades ele considera indispensável na viagem.

12 – QUAIS OS PROTOCOLOS PARA EVENTOS, REUNIÕES E ENCONTROS COM MAIS PESSOAS? Importante conhecer a capacidade máxima dos espaços com respeito ao distanciamento, quais as medidas de controle no acesso dos participantes, como serão servidas as refeições, especialmente os coffee breaks e a salubridade geral do espaço, como renovação do ar e ventilação.

13 – QUE SERVIÇOS ESTÃO SUSPENSOS NESSE PERÍODO, QUAIS FORAM MODIFICADOS E QUAIS OS QUE PRECISAM SER PEDIDOS PELO HÓSPEDE? Já falamos destes pontos anteriormente, mas cabe reforçar a pergunta. A maioria dos hotéis não tem mais o serviço diário automático de limpeza dos quartos, mas acontece mediante solicitação. Algumas áreas de lazer permanecem fechadas. Conheça em detalhes o que mudou, o que precisa de agendamento prévio e o que permanece sem reabrir.

14 – COMO O HOTEL TEM SE ENVOLVIDO COM O DESTINO E A COMUNIDADE LOCAL PARA SE ATUALIZAR SOBRE PROTOCOLOS E MEDIDAS, MAS TAMBÉM SER PARTE ATIVA DA RECUPERAÇÃO LOCAL DOS NEGÓCIOS? Conheça como está a curva da doença na localidade e a capacidade do sistema de saúde. Saiba se a empresa está atuando ativamente para contribuir para o controle da propagação e para o bem-estar da população local.

15 – QUE PARCERIAS O HOTEL TEM NESSE PERÍODO DA PANDEMIA E QUE PODEM DAR MAIS SEGURANÇA E CONFORTO AO HÓSPEDE? Entenda se há ambulatório e atendimento de emergência e que outras parcerias relevantes foram feitas para o período.

16 – SEGURO SAÚDE PARA VIAGENS: vale a pena investir em um seguro saúde para viagens nacionais e internacionais. As medidas sanitárias são preventivas, porém, caso você ou algum familiar precise de assistência médica para tratamento, ou internação, o hotel ou operadora de turismo não se responsabilizará.
Panrotas, edição 1439.

⚡Informações importantes
❱ Últimas Notícias

❱ Canton Fair 2024: O Maior Evento de Comércio Internacional da China

❱ Orlando, o Destino Preferido para as Férias de Julho

❱ Air France anunciou recentemente que irá operar voos diretos entre Salvador e Paris

❱ China estende isenção de visto para viagens de curta duração até 2025 para países selecionados da União Europeia

Menu
Lojas

Entre em contato com nossos consultores.

Escolha seu contato!