Pelo Mundo
ÍNDIA
A Mundial Vistos tem como maior diferencial oferecer o serviço próprio de despacho de documentos e as lojas próprias, nas principais capitais do País, com objetivo de não terceirizar serviço. Esse procedimento e estrutura garantem maior segurança, sigilo e agilidade nos processos para os nossos clientes. Funcionários bilíngues estão à disposição para orientação e preenchimento dos formulários. Serviço de qualidade é serviço seguro.

 Viagem a turismo:

• Passaporte com validade mínima de 06 meses.
• Formulário para solicitação de visto preenchido e assinado (orientado pela Mundial Vistos).
• 02 Fotos 3x4 recentes e iguais.
• Certificado internacional de vacina contra febre amarela.
• Cópia rne (para estrangeiros). 

 

Visto a negócios, documentação suplementar:

• Carta da empresa do Brasil atestando que está apta a arcar com todas as despesas da viagem.
• Carta convite da empresa da Índia.
• Formulário adicional para viagens a negócios.

 

A estudo acrecentar:

• Carta matrícula da escola. Prazo: 2 dias.

 

Informações Especiais:

Um dos roteiros mais utilizados por brasileiros que viajam a Índia costuma incluir as cidades de Delhi, Agra (onde ţca o Taj Mahal), Fatehpur Sikri, Jaipur, Jodhpur, Ranakpur e Udaipur. Roteiros alternativos podem vir a incluir Aurangabad (de onde se pode ir às cavernas de Ajanta e Ellora), Varanasi, Khajuraho, Dharamsala, Mumbai e Goa, dentre outras cidades. Muitos brasileiros preferem viajar tendo acordado seu roteiro previamente com agência de viagens.

É necessário que o viajante obtenha autorização especial para visitar algumas cidades da Índia, as quais possuem condições de segurança mais delicadas. Sem a autorização, não é permitida a visita a monumentos específicos ou mesmo o ingresso na cidade. A autorização pode ser obtida junto a Escritórios Regionais de cada região, situados nas principais cidades indianas.

Negociações: muitos estabelecimentos comerciais não colocam preços ţxos em seus produtos e tendem a exigir valores mais elevados aos turistas. Recomenda-se que o viajante busque negociar no momento das compras.

Vestimenta: a afim de respeitar os costumes locais e evitar constrangimentos, recomenda-se que mulheres vistam-se com discrição, abstendo-se de expor as pernas, os ombros e odecote. O uso de vestimenta tradicional não é obrigatório e nem comum entre estrangeiros.