Pelo Mundo
SAN TOMÉ E PRÍNCIPE

Brasileiro precisa de visto e não tem representação no Brasil.

Certificado internacional de vacina contra febre amarela.

 

Informações Especiais

Recomenda-se imunização contra febre tifóide e difteria. O tratamento preventivo para a malária é contraindicado.O viajante deve estar atento à prevenção contra picada de mosquito anofelino, normalmente no anoitecer e no amanhecer, recomendando-se uso de re-pelentes. À primeira manifestação de dor de cabeça ou mal estar, deve procurar os serviços de saúde locais para o teste diagnóstico de malária, cujo tratamento hospitalar tem sido muito bem sucedido, principalmente quando de diagnóstico precoce.

O acesso ao sistema de saúde é gratuito e universal, mas bastante limitado em relação a diagnóstico e tratamento de doenças, à exceção da malária.Ao turista, recomenda-se cautela em relação ao assédio constante de particulares oferecendo serviços. Não há problemas de segurança nem de violência, mas o atendimento ao turista é precário, às vezes mesmo em restaurantes e hotéis.

As agências de turismo podem ser procuradas, mas oferecem pouca ajuda, a não ser para o aluguel de carros e passeios de barco (que muitas vezes não respeitam as condições básicas de segurança).Os costumes locais são próximos aos brasileiros. Em geral, as atividades comerciais começam cedo (às vezes antes das 7h), mas também acabam cedo. Muitas lojas fecham entre 13 e 15h.

É necessário cautela para não tirar fotos dos órgãos públicos, sendo proibida a passagem pelo passeio em frente às entradas do Palácio do Governo, do Palácio Presidencial e do Ministério da Defesa, entre outros lugares considerados de segurança. Recomenda-se o uso de camisa, ainda que no calor e em lugares informais como bares.