Pelo Mundo
GUINÉ EQUATORIAL

• Passaporte com data superior ao período de estadia no país;
• Certidão de antecedentes criminais;
• Certidão de dispensa do serviço militar, quando o serviço militar for obrigatório no país de origem;
• Quatro fotograţas (3x4);
• Carta convite legalizada pelo Governo da Guiné Equatorial (caso de trabalho)
• Bilhete aéreo em se tratando de uma visita.
• Contrato de trabalho da empresa ou documento que comprove a relação trabalhista.
• Formulário preenchido e assinado pelo próprio solicitante.
• Certificado internacional de vacinação deve estar em dia, incluindo vacina contra a febre amarela.

Informações Importantes:

A malária é endêmica em todo o país. O viajante deve precaver-se com medicamentos apropriados, em consulta com médico. Recomenda-se vacinação contra tifo, hepatite e meningite.

Há risco elevado de segurança devido à possibilidade de ataques por elementos criminosos da região do Delta do Niger.

O sistema bancário é lento e burocrático. Cartões de crédito e cheques de viagem não são aceitos. O viajante deverá levar dinheiro em espécie. Há duas caixas eletrônicas na cidade de Malabo que aceitam cartões de débito de bancos internacionais, mas não de bancos brasileiros emitidos no Brasil.

As relações homoafetivas não são permitidas.

Algumas empresas aérias que operam vôos internos não têm homologação internacional. Em caso de acidente a empresa seguradora poderá negar-se a pagar indenização por esse motivo.