Pelo Mundo
BOTSWANA
Brasileiros que viajam a turismo, negócios ou estudos não necessitam de visto para permanência de até 90 dias.

Certificado internacional de vacina contra febre amarela é exigido independentemente do motivo da viagem.

Informações Especiais:

Recomenda-se que o viajante tome vacinas contra febre amarela, hepatite A, febre tifóide, e antitetânica.

De acordo com estimativas recentes, cerca de 17% da população do país é portadora do vírus HIV. O viajante precisa tomar as precauções necessárias ao exercer atividades que apresentam risco de contaminação.

A maior parte do país não é considerada área endêmica de malária. A doença é mais comum no norte do país e o viajante deverá levar medicamentos próprios e consultar o médico antes e depois da viagem. Cuidados adicionais em relação à alimentação: evitar cubos de gelo, legumes crus e carne mal passada.

Botsuana é relativamente segura com baixos índices de criminalidade.Recomenda-se apenas as precauções comuns e a vigilância, especialmente à noite, pois não há policiamento ostensivo. Não é recomendável portar outros documentos além do passaporte. Por precaução, deve-se manter cópia do passaporte em local seguro.

Botsuana é reconhecida por sua beleza natural e diversidade cultural. Entre as atrações principais estão Delta do Okavango, Chobe National Park, Deserto do Kalahari, Tsodilo Hills (Patrimônio Cultural da Humanidade) e Moremi Game Resort. O viajante tem a oportunidade de realizar safaris e usufruir de hotéis luxuosos e um clima agradável.

O transporte público é, em geral, precário e feito por vans ou táxi.